Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 20 de novembro de 2018

Com Copa do Mundo, Infantino mira venda de maiores torneios da Fifa


Imprensa alemã fala em negociações de US$ 25 bilhões, mais de R$ 90 bilhões



O presidente da Fifa, Gianni Infantino, está próximo de concluir um plano de vender os principais torneios da Fifa, entre eles, a Copa do Mundo. A informação foi divulgada pelo jornal alemão Süddeutsche Zeitung.

Segundo a publicação, a venda chegaria a US$ 25 bilhões, mais de R$ 90 bilhões. A negociação envolveria todos os ativos das competições, como direitos de mídia e propriedades comerciais dos torneios organizados pela federação.
Os investidores seriam o SoftBank Investment Advisers Limited e o Centricus Partners LP. Em ambos os casos, as companhias são providas de financiamento da Arábia Saudita.
As duas empresas criariam uma nova marca, uma companhia sediada na Suíça e que teria como presidente o própria Infantino. A Fifa seria parceira majoritária do projeto.
Fazer a ideia sair do papel, no entanto, não seria simples. Já há movimentações dentro da própria Fifa que questionam a legalidade de toda a situação. Caso se torne realidade, Infantino aumentaria seu poder no futebol e ainda seria responsável por uma empresa maior que a própria federação.
A medida é tão polêmica que até o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, resolveu se manifestar. Afastado da entidade após uma série de escândalos de corrupção, o antigo mandatário da federação deu duras declarações sobre o movimento: "A Fifa não deve vender o futebol, e agora cabe aos membros da Fifa intervirem". Infantino ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso vazado pela imprensa alemã.  
Fonte: Máquina do Esporte



0 comentários :

Postar um comentário