Cabeçalho

Logotipo

sábado, 24 de novembro de 2018

VAR mostra serviço e derruba número de simulações na LaLiga


Balanço do primeiro terço da temporada mostrou queda significativa de 66%




A arbitragem de vídeo, que ficou popular com a nome de VAR por todo o mundo do futebol, começou a mostrar os primeiros resultados concretos após gerar controvérsias com o uso na Copa do Mundo. Na LaLiga, por exemplo, o novo sistema, além de ajudar os árbitros dentro de campo, ainda parece estar mudando um pouco a cabeça dos jogadores.
Um balanço do Comitê Técnico de Árbitros (CTA) da Espanha fez um balanço do primeiro terço da temporada da LaLiga e chegou à conclusão que o número de simulações feitas por atletas caiu 66% com a implantação do VAR. Além disso, o número de protestos com a arbitragem também diminuiu cerca de 3%.
De acordo com a análise, em 120 jogos, houve 41 intervenções da arbitragem de vídeo. Com relação aos gols, dos 304 marcados, 22 tiveram algo modificado pela ação do VAR. O número de verificações (aquelas que o torcedor nem fica sabendo, mas que são discutidas entre os árbitros de vídeo) foi ainda mais significativo: 1.420 (ou seja, uma média de 12 por jogo).
"O VAR é o nosso anjo da guarda. Continuamos a nos preparar da melhor forma para as partidas, mas agora temos essa nova ajuda. Para os jogadores, também é algo novo, mas a maioria está se adaptando muito bem e muitos até agradecem", declarou o árbitro Antonio Mateu Lahoz.
"Nossa avaliação deste primeiro terço da temporada é muito positiva. O desempenho dos árbitros é considerado bastante satisfatório, tanto dentro como fora de campo, mas sabemos que ainda temos que melhorar alguns aspectos do nosso trabalho", afirmou o presidente do CTA, Carlos Velasco Carvallo.
O Comitê também fez questão de analisar números com relação ao assunto mais comentado por aqueles que são contra a arbitragem de vídeo: o tempo em que o jogo precisa ficar parado. Segundo o balanço, cada revisão feita pelo VAR dura, em média, 1 minuto e 43 segundos.
Apesar de ser considerado um tempo relativamente curto pela maioria dos árbitros espanhóis, este ainda é um motivo de críticas por parte de alguns especialistas e torcedores. No entanto, o CAT já revelou que o número é o próximo que os árbitros de vídeo esperam derrubar até o final da temporada.
Fonte: Máquina do Esporte


0 comentários :

Postar um comentário